E-commerce da Liz Lingerie amplia presença digital com Wevo

Wevo.io

A pandemia de covid-19 reforçou a necessidade do varejo em adotar e expandir seus canais de vendas digitais. O e-commerce da Liz Lingerie é um exemplo disso. A empresa conseguiu ampliar sua presença on-line nos últimos anos graças, sobretudo, ao trabalho desenvolvido pela Wevo. 

A loja virtual da marca de roupas íntimas nasceu em 2017 e registra crescimento recorde, consolidando-se como principal alternativa em meio à pandemia de covid-19. Apenas em 2020, o crescimento médio das vendas foi de 150% e, para 2021, o objetivo é aumentar mais 50% as transações nesse canal e expandir a atuação em marketplaces

“Buscamos ter uma proximidade grande com nossos clientes, colocando-nos lado a lado de sua operação e tomada de decisão. Essa relação faz com que a gente conheça as particularidades do mercado e dos sistemas utilizados, permitindo maior sucesso nos projetos”, explica Diogo Lupinari, CEO da Wevo. 

Essa proximidade é uma das características do trabalho desenvolvido com o e-commerce da Liz Lingerie. Somos uma empresa especializada em soluções de integração de sistemas e dados e estamos nesse projeto desde o início, em 2017. Atuamos de forma próxima tanto no suporte quanto na implementação. 

Por conta disso, a parceria foi expandida ao longo desses quatro anos. O sucesso da loja virtual no Brasil levou a novos projetos com a Liz Lingerie. Entre eles estão o lançamento do e-commerce no Chile e no México e a criação do comércio eletrônico B2B no Brasil, agora em 2021. 

Quais os desafios do e-commerce da Liz Lingerie?

A Liz Lingerie é uma das marcas mais conhecidas de roupas íntimas do Brasil e integra o Grupo CMR – que detém também as linhas Liz Injoy e Liz Easywear. Surgiu em 1989 como pioneira de meias finas femininas de elastano, mas em 1995 começou a confeccionar lingeries com foco total em qualidade e conforto às mulheres. 

Mesmo assim, levou mais de duas décadas para o e-commerce da Liz Lingerie surgir. O principal obstáculo era conciliar os canais de vendas. Ou seja, a loja virtual não poderia impactar no desempenho das franquias e das multimarcas. Atualmente, são mais de 30 lojas em todo o país. 

Para isso, era necessário que a operação on-line estivesse integrada à gestão off-line para evitar conflitos entre os canais. 

Como a Wevo auxiliou nesse projeto? 

O nosso trabalho ocupa uma posição de destaque nesta operação digital. Como estamos trabalhando com o e-commerce desde seu início, o objetivo principal era garantir que todos esses fluxos funcionassem perfeitamente, permitindo que as informações pudessem trafegar de um sistema a outro. 

“A presença da Wevo é fundamental. Para conseguir ampliar as vendas digitalmente, é preciso que tudo esteja funcionando perfeitamente, o que leva à necessidade de integrar todos os processos”, afirma Mayara Proença, gerente de e-commerce da Liz Lingerie

Basicamente, a nossa missão envolvia conectar duas soluções distintas. A plataforma de e-commerce da VTEX, responsável pela operação da loja virtual, precisava se integrar ao software de gestão da SAP – uma solução presente em todo o negócio da empresa.

Experiência e know-how em integrações 

Os resultados obtidos pelo e-commerce da Liz Lingerie reforçam a importância de contar com uma empresa especializada em integração de sistemas e dados na implantação de um comércio eletrônico. Com a estratégia correta, é possível ampliar suas vendas sem afetar o desempenho das lojas físicas. 

Nós, da Wevo, temos quase uma década de experiência na oferta de plataformas de integração como serviço (iPaaS) e somos a primeira empresa da América Latina nesse segmento. Além do Brasil, participamos de projetos de diferentes segmentos em mais dez países, incluindo América Latina, América do Norte e Europa!

Quer saber mais como podemos ajudar sua empresa? Então entre em contato e solicite uma demo!